Distinção SMA - Selo Qualidade em Gestão Resíduos Urbanos

O certificado foi recebido no dia 19 de abril de 2018 pelo Presidente do Conselho de Administração dos SMA, Manuel Valamatos, durante o 12.º Fórum Nacional de Resíduos, em Lisboa.

Esta distinção pela qualidade na gestão e prestação dos serviços é atribuída anualmente pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), em parceria com o Jornal Água & Ambiente, tendo como objetivo identificar, distinguir e divulgar casos portugueses de referência relativos à prestação dos serviços de abastecimento público de água, saneamento de águas residuais urbanas e gestão de resíduos urbanos.

Para conquistarem o selo, reportando-se a dados de 2016, as entidades gestoras de gestão de resíduos urbanos tiveram de assegurar o cumprimento de um conjunto de critérios, previstos no regulamento publicado no site da ERSAR. São avaliados pelo júri vários indicadores de qualidade de serviço aplicáveis relativos à adequação da interface com o consumidor e à sustentabilidade ambiental, bem como os índices de satisfação relativamente à acessibilidade física do serviço, reciclagem de resíduos de recolha seletiva e cobertura dos gastos.

Este galardão constitui um incentivo quer para a entidade que faz a gestão, quer para os cidadãos, no esforço coletivo de incremento de boas práticas no que diz respeito à gestão de resíduos, nomeadamente realizando a recolha seletiva e o bom uso dos equipamentos.

Para o vereador Manuel Valamatos, “Esta distinção é o resultado do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelos SMA, na aposta de uma política que valoriza o ambiente e privilegia a sustentabilidade ambiental, bem como da dedicação e empenho dos funcionários alocados a este setor, com vista à garantia de uma maior qualidade de vida dos cidadãos. Reconhecendo que “ainda há muito a fazer”, o autarca revela que na sequência da campanha de sensibilização que os SMA levaram a efeito “os resíduos que depositamos em aterro diminuíram, o que quer dizer que as pessoas estão a utilizar melhor os contentores e a separar os lixos com mais eficiência. Também o trabalho que fazemos de recolha de monos e dos resíduos verdes, porta a porta, é um trabalho que valoriza aquilo que os nossos contentores recebem, porque assim as pessoas não têm necessidade de pôr coisas indevidas nos contentores”.

Este reconhecimento pertence a todos os cidadãos, empresas e instituições que diariamente utilizam de forma consciente o serviço de Recolha de Resíduos.

  • Fotos
  • Fotos
  • Fotos